Rua Aporé, 19 - Bairro Amambai - CEP 79005-360 - Campo Grande-MS (67) 3325-6640
27.07.2018 • Sindifisco

Entidades do Fonacate iniciam articulação para eleições 2018

entidades_fonocate

Campo Grande (MS) – O Fonacate (Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado) promoveu nesta quinta-feira (26/7), na sede da ANFIP, videoconferência com entidades de todo o Brasil para discutir e esclarecer a importância do engajamento de todos os associados no processo eleitoral em curso. 

O presidente da ANFIP, Floriano Martins de Sá Neto, o vice-presidente de Assuntos Tributários, Cesar Roxo Machado, o presidente do Fórum, Rudinei Marques, e o diretor da Fenafisco, Pedro Lopes, conduziram a reunião, que acionou dirigentes nos estados do Acre, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e Tocantins. 

Ao abrir a fala aos participantes, todos foram unânimes em parabenizar o Fonacate pela iniciativa em promover a integração nacional via videoconferência, permitindo que entidades de todo o Brasil possam conhecer o trabalho de articulação das carreiras para as eleições de 2018 e tirar dúvidas pertinentes quanto à Carta de Princípios do Fonacate.

Rudinei Marques explicou que a Carta se trata de uma lista de princípios a ser assinada espontaneamente por servidores candidatos a cargos de deputado federal ou de senador e por parlamentares que já atuam na defesa do serviço público e do Estado de bem-estar social. Assinando o documento, o candidato, além de assumir o compromisso com a causa, passará a ter apoio formal das carreiras que integram o Fórum. “São cinco itens em defesa do Estado e cinco em defesa dos servidores”, explicou Marques. “Estamos com o parlamento deteriorado”, disse sobre a importância de seguir adiante com esse projeto ousado de mudar o Congresso Nacional na próxima legislatura. 

Floriano Sá Neto reforçou que esta é a primeira reunião de uma série com vistas a promover a articulação do trabalho de Brasília com os estados. “Uma estratégia nacional a ser implementada na defesa das carreiras”, argumentou. O presidente da ANFIP, que acompanha o Congresso de perto há 25 anos, alertou que, a cada eleição, é possível verificar a diminuição da representação popular. “As carreiras precisam entender o atual momento que passamos. Se não tivermos parlamentares comprometidos com o serviço público, o Estado vai enfrentar dificuldades nos próximos quatro anos”, frisou. 

A Carta de Princípios já foi encaminhada para todas as filiadas, que darão publicidade ao conteúdo. Os candidatos que se identificarem com os princípios e se comprometerem com os itens ali expostos deverão se dirigir à entidade classista para assinar o documento. Com o compromisso firmado, a Carta será enviada à entidade nacional, que entregará ao Fonacate até o dia 10 de agosto, onde será publicada numa plataforma de divulgação. No dia 29 de agosto deverá ser realizado um evento em Brasília e em algumas capitais para formalizar o recebimento da Carta de Princípios e dar início à divulgação dos candidatos.