Rua Aporé, 19 - Bairro Amambai - CEP 79005-360 - Campo Grande-MS (67) 3325-6640
31.08.2020 • Economia

MS tem 5ª menor taxa de pessoas desocupadas na pandemia

msocupadas

Campo Grande (MS) - Mato Grosso do Sul registrou em julho a 5ª menor taxa de pessoas desocupadas, segundo a PNAD Covid (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). O índice do Estado ficou em 10,1%, atrás somente de Rio Grande do Sul, Piauí, Rondônia e Santa Catarina.

No mesmo mês, 41,8% dos domicílios do Estado receberam auxílio emergencial. O levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou ainda que o rendimento médio efetivamente recebido de todos os trabalhos das pessoas ocupadas ficou em R$ 2.183.

Já a média do rendimento proveniente do auxílio pago pelo governo federal ficou em R$ 863 no Estado, abaixo dos R$ 896 da média nacional.

A taxa de desocupação registrada pela PNAD Covid ficou acima do registrado no segundo trimestre do ano, divulgado na semana passada. O Estado atingiu índice de 11,4%, que representam 150 mil pessoas.

Segundo o IBGE, Mato Grosso do Sul fechou o período de abril a julho com 798 mil empregados, sendo 516 no setor privado, 400 mil no setor privado e 116 mil sem registro em carteira.

A taxa de informalidade ficou em 36,9% da população ocupada, queda de 2,2% em comparação com o primeiro trimestre do ano. O índice representa 430 mil trabalhadores, enquanto no período anterior eram 505 mil.

 

Fonte: CGNews.