Rua Aporé, 19 - Bairro Amambai - CEP 79005-360 - Campo Grande-MS (67) 3325-6640
19.12.2019 • Governo-MS

Para aumentar venda, governo autoriza ampliar ramais de gás natural

rudel

Campo Grande (MS) – O governador Reinaldo Azambuja autorizou a contratação de projetos básicos e executivos para expandir o fornecimento de gás natural por dois novos ramais, nas cidades de Sidrolândia e Ribas do Rio Pardo. 

Atualmente, a estatal fornece 600 mil m³ por dia de gás boliviano fornecidos de forma não térmica (indústrias, residências, comércio, automotivo, entre outros) para 10 mil cliente do Estado. Há ainda 1,3 milhão de m³ por dia de gás térmico fornecido para Usina Termelétrica Luis Carlos Prestes, em Três Lagoas, distante 339 quilômetros de Campo Grande. 

O ramal a ser instalado em Ribas do Rio Pardo irá abastecer a nova fábrica de celulose, com suprimento de 250 mil m³ de gás por dia, na primeira fase do projeto, e previsão de dobrar o volume em cinco anos. O investimento total é estimado em R$ 51 milhões. 

Com investimento previsto de R$ 50 milhões, o ramal Sul vai levar o combustível até Sidrolândia. A intenção é posteriormente estender esse ramal para Maracaju, Dourados e Rio Brilhante. 

O ramal até Sidrolândia terá 45 quilômetros. A captação de clientes industriais e comerciais está prevista para o período 2023-2024. Já o ramal Ribas do Rio Pardo terá 42 quilômetros e o início do fornecimento de gás natural está previsto para o 2º semestre de 2023. 

Conforme o governador, a ampliação dos ramais faz parte de uma estratégia de buscar mais clientes para que a estatal continue sendo lucrativa, valorizando o dinheiro do contribuinte, além de incentivar o consumo de combustíveis limpos. “A empresa do Estado tem que dar resultado. Quando a gente fala que deu lucro é porque deu resultado”, afirmou lembrando que a MS Gás já teve apenas 2 mil clientes. 

O governador lembrou que a importação do gás natural boliviano é responsável por 16% da principal fonte receita do estado, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Já o diretor-presidente da MS Gás, Rudel Trindade Junior, revelou que a estatal irá fechar o ano com lucro recorde. “Estamos fechando o ano com muito sucesso. São dois ramais extremamente importantes”, disse Rudel.