Rua Aporé, 19 - Bairro Amambai - CEP 79005-360 - Campo Grande-MS (67) 3325-6640
05.07.2019 • Governo-MS

SAT conta com coordenadoria especial de tecnologia da informação

cotin1capa

Campo Grande (MS) – A Superintendência de Administração Tributária (SAT) da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) ganhou uma coordenadoria especial para atender as necessidades específicas do setor relacionadas à tecnologia da informação (TI). A Cotin (Coordenadoria Especial de Tecnologia da Informação) foi apresentada aos servidores fazendários durante o programa de capacitação do fisco, Rodada do Conhecimento.

Ministrada pelo Coordenador da Cotin, auditor fiscal da Receita Estadual Cleverton Corazza, a palestra abordou os temas estrutura, integrantes, atividades, realizações e desafios. O setor começou a atuar em fevereiro, mas as mudanças já são significativas. Corazza destacou que a Sefaz, em especial a SAT, precisava ter uma participação maior sobre as definições e decisões do ponto de vista de investimentos em TI. Segundo o coordenador, esse processo é uma tendência nacional.

“Ter uma melhor gestão sobre a qualidade das demandas, a priorização e a documentação dos sistemas, aproximar a área de negócio da área de desenvolvimento, redefinir a estrutura dos bancos de dados de maneira a suportar a demanda crescente do volume a ser armazenado e processado vão melhorar a eficiência da arrecadação e o atendimento ao contribuinte, com respostas mais rápidas e preferencialmente via web. Nosso desafio é implantar o modelo de gestão temática de sistemas, possibilitando a especialização da gestão, aperfeiçoando a integração e eliminando as ilhas criadas ao longo do tempo”, pontuou Corazza durante a apresentação.

O coordenador da Unidade de Capacitação do Núcleo Especial de Modernização da Administração Estadual, auditor fiscal Esaú Rodrigues de Aguiar Neto, explicou que o objetivo do encontro foi mostrar aos servidores a melhoria dos serviços, após a criação da coordenadoria.

“A criação da Cotin vem trazendo gradativamente a melhoria dos serviços prestados pela área de TI para a Fazenda, bem como novos desafios. Antes nossos sistemas eram atendidos pela SGI (Superintendência de Gestão da Informação) como um todo, juntamente com os demais serviços prestados pelo Governo do MS. Hoje, a Cotin veio com a proposta de centralizar o atendimento dos serviços prestados pelo fisco, na parte de documentos eletrônicos e escrituração fiscal digital por exemplo, com grupo de servidores voltados especificamente para as necessidades da Fazenda Pública”, destacou.